Overblog Suivre ce blog
Editer l'article Administration Créer mon blog
9 octobre 2008 4 09 /10 /octobre /2008 07:34
Nós tínhamos no programa, duas denominações que não tinham sido ainda abordadas pela Confraria... A do branco Valençay que é do (Vale) do Loire (2006)...e um Chateauneuf du Pape (normalmente a "top" da "côtes du Rhone" meridional) do ano de 2003... O branco cumpre o que promete. É jovem, vivo e leve, ele transmite tudo que um vinho desse nível pode ter: da pera, das flores brancas da madressilva, das frutas cítricas (talvez a toranja), da flor de laranjeira, um lado um pouco agridoce, um misto de açúcar e acidez... Concluimos que o Chardonnay teria um bom lugar entre esses vinhos, mas restava um sabor a se descobrir, eu fiquei insatisfeito... Em seguida nós passamos ao Chateauneuf, agradável, equilibrado, encorpado, com odor e sabor que lembram um bom cheiro de couro...e depois, e depois, pode ser por causa das taças específicas e tecnológicas, quase tudo desapareceu...restou apenas a madeira...uma hora depois, nós percebemos o mirtilo e o cassis, e então, bebendo novamente o branco, eu encontrei... aquilo que misturava essa sensação do açúcar acidulado , era o gosto do melão...com certeza e mais precisamente, o melão amarelo...é isso! O melão amarelo...(branco por dentro) e não se sentia nada além disso!!! Totalmente evidente...A gente compreende melhor porquê no final da degustação, uma hora depois eu proponho degustar de novo... a gente sempre descobre mais coisas...

Partager cet article

Repost 0
Published by ronan
commenter cet article

commentaires

Camilla De Patta 09/10/2008 13:41

J´adore un chateuneuf du Pape!!Maravilha toda essa descrição sobre os vinhos, gostos e sensações.

Présentation

  • : confraria do vinho francês
  • confraria do vinho francês
  • : le blog de la confrérie du vin français au Brésil... o blog da confraria do vinho francês no brasil
  • Contact

proverbio do dia...

 

 

 

j'ai découvert que ce ne sont pas deux mais trois fleuves qui arrosent Lyon...
"Lyon est une ville arrosée par trois grands fleuves : le Rhône, la Saône et le Beaujolais. "
Léon Daudet


Se, às vezes, bebemos para esquecer... Degustar é, sempre, um momento para se recordar... 
Philippe Faure-Brac, melhor sommelier do mundo 1992 (eleito no Rio de Janeiro - que sorte!!!!)

Si parfois on boit pour oublier ...on goûte toujours pour s'en souvenir...
Philippe Faure-Brac meilleur sommelier du monde 1992 (couronné à Rio de Janeiro...quel hasard!!!)

 

Recherche

dois artigos por semana

Uma ves por semana vou apresentar uma videira ( "cépage")
uma uva diferente e simbolica do vinho frances e
tambem  um vinho carateristico da viticultura francesa.

compteur

 visiteurs

proverbios

La bière est oeuvre de l'homme, le vin est l'oeuvre de Dieu

A cerveja é obra do homem,o vinho a de Deus.

ce qui sous entendrait que quand on comprend le vin on comprend mieux Dieu?



Il y a davantage de philosophie et de sagesse dans une bouteille de vin que dans tous les livres.

Louis Pasteur

sur le principe je suis assez d'accord mais cela dépend quand même de la qualité du vin!!!




Há mais filosofia e sabedoria dentro de uma garrafa de vinho que dentro de todos os livros.
 
Louis Pasteur


A princípio, estou plenamente de acordo, mas  depende da qualidade do vinho!!!


«On distingue dans l'eau son propre visage


O vinho é a coisa mais civilizada no mundo
François Rabelais

Qui bon vin boit, Dieu voit

Bebendo bom vinho, se vê deus

Il existe cinq bonnes raisons de boire du bon vin : l’arrivée d'un hôte, la soif présente et à venir, le bon goût du vin et n'importe quelle autre raison.    Proverbe italien


Tem cinco boas razoes de beber bom vinho : a chegada de um amigo, a sede presente e a vir, o gosto bom de vinho e qualquer outra razão . Provérbio italiano



"O bom vinho solta as línguas e os corações."


Le bon vin délie les langues et les coeurs...

 

 


 

;
mais dans le vin on aperçoit le cœur d'un autre.»  
(Proverbe français) 

Na agua reflete-se o proprio rosto,
no vinho revela-se o coraçao do outro
."
(Provérbio francês
)

Pour connaître l'origine et la qualité d'un vin,
il n'est pas nécessaire de boire le tonneau entier.

Oscar Wilde

Para conhecer a origem e a qualidade de um vinho,
não é necessário beber o barril inteiro.
Oscar Wilde


Le vin est ce qu'il y a de plus civilisé au monde.

François Rabelais