Overblog Suivre ce blog
Editer l'article Administration Créer mon blog
22 octobre 2008 3 22 /10 /octobre /2008 23:17


Não pretendo aqui fazer um artigo completo sobre a conservação dos vinhos, mas apenas sobre o mínimo necessário a se saber a  respeito.
1 os choques térmicos:
O que danifica mais os vinhos, depois de mim,  são as mudanças bruscas de temperatura….a noite, 18 ° e durante o dia, 34 ... então por causa disso…. é muito difícil armazenar um vinho vários meses nessas condições… é necessário por conseguinte encontrar uma lugar com isolamento térmico suficiente…  Foi transportando vinhos fortes e alcoólicos sobre a ponte de suas embarcações que os ingleses descobriram a transformação dos vinhos Madeira… os vinhos aquecidos ao sol sofriam uma transformação que acelera o seu envelhecimento e que durava toda a travessia….esse fenômeno foi reproduzido para devolver ao vinho, o gosto passado e açucarado que tanto os agradava...
2 a baixa umidade relativa do ar:
As rolhas são feitas de cortiça e o vinho respira através da rolha… mas se a umidade relativa do ar no ambiente for muito diferente da umidade no interior da garrafa (100%) , o vinho tende a penetrar na rolha  assim como a caipirinha no canudinho que usamos para sorvê-la… e então… a catástrofe! dizemos que o vinho ou a rolha vazou. Mas no Brasil, geralmente, a umidade se mantém em bom nível, entre 80 e 90%….isso não vai prejudicar o vinho… já a climatização seca, ao contrário… e se ela não for acompanhada de um umidificador , isso pode ser pior para conservar e armazenar o seu vinho num apartamento com ar condicionado... Na minha opinião, uma garrafa na qual o espaço entre o "espelho" (parte inferior da rolha) e a superfície do vinho é superior a 15 mm,  "a priori",  já seria desfavorável antes mesmo de abrí-la…
3 a luz…
Mas isso é mais fácil, basta limitar a incidência de luz sobre as garrafas, sobretudo as garrafas brancas de certos vinhos brancos… inclua-se aí, as garrafas de coloração verde que limitam o efeito da luz ainda que mascarem a cor verdadeira… certas garrafas frágeis podem mesmo ser embaladas em papel…
Resumidamente se vocês não têm onde colocar uma adega tecnológica e elétrica (farei certamente um artigo sobre esta questão) ou, se quer economizar a energia do planeta, procurem uma lugar relativamente fresco… e sobretudo sem grande variação de temperatura… é melhor uma lugar que permaneça entre 20 e 26 graus qualquer época do ano, mas que tenha umidade constante, do que um lugar à 18° com ar condicionado e durante suas férias, fique um mês todo à 35°…
 
Se vocês respeitarem estes critérios, os seus vinhos envelhecerão mais rapidamente que na Europa, mas serão bons… não 10 anos nem mesmo 4 anos, mas se conservarão vários meses ou mesmo um ano até!...  são vinhos feitos e "talhados" a suportar, quero dizer, os vinhos encorpados e com graduação alcoólica. Com um pouco de sorte e evitando os choques térmicos, eles ganharão em 1 ano,  5 anos de envelhecimento... Evidentemente numa adega na Bretanha onde eu bebi um Chateauneuf du Pape 1947 e um Chateau Calon Ségur 1952 é diferente, o solo é de terra batida, respira, tem umidade constante entre 85 e 90% (os rótulos sofrem, às vezes) e a temperatura permanece entre 12 e 14° qualquer época do ano… não é necessário sonhar com isso no Brasil… é preciso simplesmente respeitar esse belo produto…
E eu queria me ater ao essencial… mas já falei demais… não hesitem se vocês tiverem qualquer comentário a fazer… ou mesmo se não concordarem comigo… digam-me…

Partager cet article

Repost 0
Published by ronan
commenter cet article

commentaires

Présentation

  • : confraria do vinho francês
  • confraria do vinho francês
  • : le blog de la confrérie du vin français au Brésil... o blog da confraria do vinho francês no brasil
  • Contact

proverbio do dia...

 

 

 

j'ai découvert que ce ne sont pas deux mais trois fleuves qui arrosent Lyon...
"Lyon est une ville arrosée par trois grands fleuves : le Rhône, la Saône et le Beaujolais. "
Léon Daudet


Se, às vezes, bebemos para esquecer... Degustar é, sempre, um momento para se recordar... 
Philippe Faure-Brac, melhor sommelier do mundo 1992 (eleito no Rio de Janeiro - que sorte!!!!)

Si parfois on boit pour oublier ...on goûte toujours pour s'en souvenir...
Philippe Faure-Brac meilleur sommelier du monde 1992 (couronné à Rio de Janeiro...quel hasard!!!)

 

Recherche

dois artigos por semana

Uma ves por semana vou apresentar uma videira ( "cépage")
uma uva diferente e simbolica do vinho frances e
tambem  um vinho carateristico da viticultura francesa.

compteur

 visiteurs

proverbios

La bière est oeuvre de l'homme, le vin est l'oeuvre de Dieu

A cerveja é obra do homem,o vinho a de Deus.

ce qui sous entendrait que quand on comprend le vin on comprend mieux Dieu?



Il y a davantage de philosophie et de sagesse dans une bouteille de vin que dans tous les livres.

Louis Pasteur

sur le principe je suis assez d'accord mais cela dépend quand même de la qualité du vin!!!




Há mais filosofia e sabedoria dentro de uma garrafa de vinho que dentro de todos os livros.
 
Louis Pasteur


A princípio, estou plenamente de acordo, mas  depende da qualidade do vinho!!!


«On distingue dans l'eau son propre visage


O vinho é a coisa mais civilizada no mundo
François Rabelais

Qui bon vin boit, Dieu voit

Bebendo bom vinho, se vê deus

Il existe cinq bonnes raisons de boire du bon vin : l’arrivée d'un hôte, la soif présente et à venir, le bon goût du vin et n'importe quelle autre raison.    Proverbe italien


Tem cinco boas razoes de beber bom vinho : a chegada de um amigo, a sede presente e a vir, o gosto bom de vinho e qualquer outra razão . Provérbio italiano



"O bom vinho solta as línguas e os corações."


Le bon vin délie les langues et les coeurs...

 

 


 

;
mais dans le vin on aperçoit le cœur d'un autre.»  
(Proverbe français) 

Na agua reflete-se o proprio rosto,
no vinho revela-se o coraçao do outro
."
(Provérbio francês
)

Pour connaître l'origine et la qualité d'un vin,
il n'est pas nécessaire de boire le tonneau entier.

Oscar Wilde

Para conhecer a origem e a qualidade de um vinho,
não é necessário beber o barril inteiro.
Oscar Wilde


Le vin est ce qu'il y a de plus civilisé au monde.

François Rabelais