Overblog Suivre ce blog
Editer l'article Administration Créer mon blog
25 mars 2009 3 25 /03 /mars /2009 00:26


Discutam, degustem, informem-se sobre as rolhas (cortiças)... Mas isto não é exatamente simples


 
A rolha é um elemento essencial à garrafa... e à sua conservação... Tendo aberto garrafas de 50 anos ou mais, eu posso dizer que a qualidade da rolha tem grande importancia. Evidentemente terá suportado melhor a passagem do tempo e desempenhado melhor o seu papel de vedação se a adega for úmida (ver os artigos sobre adegas...) mas em geral os "grands crus" dão grande atenção às suas rolhas e muito frequentemente, quanto mais longas melhores são...
 
Existem muitos tipos de rolhas, elas vem, na maioria das vezes, de Portugal (maior produtor de cortiça do mundo). Se vocês tiverem oportunidade de ir visitar ou ver fotos dessas plantações de carvalho de cortiça a perder de vista, elas são magníficas...
 
 
Mas o gosto da rolha estraga de 5 a 12% das garrafas, esta é uma proporção significativa. Esse gosto ruim foi atribuído, em parte, aos produtos de tratamento da madeira e particularmente à estrutura da madeira... que pode dar um gosto de "rolha" aos vinhos que nunca estiveram numa garrafa!!!! Esses produtos estão proibidos há mais de 5 anos e atualmente quase todos os gostos de rolha se devem... à rolha...
 
Mas a rolha de cortiça dá ao vinho, a possibilidade de respirar  e então de envelhecer... nesse caso de se oxidar (oxidação esta que faz parte do envelhecimento) e é então indispensável por permitir aos melhores "crus" de encontrarem o seu melhor momento para degustação...
 
Existem muitos tipos de rolhas feitas de cortiça (eu falarei disso numa das próximas vezes) vocês já devem ter visto algumas vezes, rolhas feitas de aglomerado (eu não tenho nenhuma confiança nas colas e ceras misturadas à  cortiça, elas podem ter gosto químico. Elas são geralmente utilizadas para vinhos de média qualidade ou que têm um prazo de validade limitado como os "beaujolais nouveaux", por exemplo) Alguns deles têm um pedaço de cortiça maçica para  ficar em contato com o vinho. Com espessura de 2 a 3 mm, ela impede o contato com a cola... mas o melhor mesmo é o de rolha maçica. É importante que o vinho não tenha "atravessado" a rolha. Se alguém sugere a você um velho "grand cru" que o espaço entre a rolha e o líquido pareça ser superior a 15 mm, tem-se aí o risco dele ter sido mal conservado e que a rolha absorveu demais.
 
A rolha pode também ser um elemento anti-fraude, anti-falsificadores. Frequentemente tem nela, o nome do "cru",  e sobretudo o ano de envasamento, o mais comum é ter nas duas extremidades... uma boa maneira por exemplo de identificar uma garrafa antiga que esteja sem o rótulo. Depois de ter retirado o invólucro em metal, vocês podem enxergar através da transparência, o ano e o "cru"... em seguida saiam à procura do rótulo perdido...
 
Para terminar, um último conselhinho... pode acontecer que numa certa noite, durante uma refeição ou uma degustação, um convidado perceba um gosto ou antes, um odor de rolha e os outros não... (é possível, alguns vão detectar os "TCA"  a partir de 2 nanogramas a maioria em torno de 5 e a partir de 8 é insuportável para todos...) coloque 50% de água dentro da sua taça de vinho... a água fará sair o gosto ruim de rolha... se houver... e vocês poderão dizer sem dúvida, se há ou não o gosto de rolha...
 

Partager cet article

Repost 0
Published by ronan - dans dégustations
commenter cet article

commentaires

Fabio Dabbur 25/03/2009 14:53

Caro Ronan,
Muito bom esse artigo sobre a rolha de cortiça, aprendi coisas novas sobre o assunto.
Espero encontrá-lo em breve no Brasil.
Abraços,
Fabio

Présentation

  • : confraria do vinho francês
  • confraria do vinho francês
  • : le blog de la confrérie du vin français au Brésil... o blog da confraria do vinho francês no brasil
  • Contact

proverbio do dia...

 

 

 

j'ai découvert que ce ne sont pas deux mais trois fleuves qui arrosent Lyon...
"Lyon est une ville arrosée par trois grands fleuves : le Rhône, la Saône et le Beaujolais. "
Léon Daudet


Se, às vezes, bebemos para esquecer... Degustar é, sempre, um momento para se recordar... 
Philippe Faure-Brac, melhor sommelier do mundo 1992 (eleito no Rio de Janeiro - que sorte!!!!)

Si parfois on boit pour oublier ...on goûte toujours pour s'en souvenir...
Philippe Faure-Brac meilleur sommelier du monde 1992 (couronné à Rio de Janeiro...quel hasard!!!)

 

Recherche

dois artigos por semana

Uma ves por semana vou apresentar uma videira ( "cépage")
uma uva diferente e simbolica do vinho frances e
tambem  um vinho carateristico da viticultura francesa.

compteur

 visiteurs

proverbios

La bière est oeuvre de l'homme, le vin est l'oeuvre de Dieu

A cerveja é obra do homem,o vinho a de Deus.

ce qui sous entendrait que quand on comprend le vin on comprend mieux Dieu?



Il y a davantage de philosophie et de sagesse dans une bouteille de vin que dans tous les livres.

Louis Pasteur

sur le principe je suis assez d'accord mais cela dépend quand même de la qualité du vin!!!




Há mais filosofia e sabedoria dentro de uma garrafa de vinho que dentro de todos os livros.
 
Louis Pasteur


A princípio, estou plenamente de acordo, mas  depende da qualidade do vinho!!!


«On distingue dans l'eau son propre visage


O vinho é a coisa mais civilizada no mundo
François Rabelais

Qui bon vin boit, Dieu voit

Bebendo bom vinho, se vê deus

Il existe cinq bonnes raisons de boire du bon vin : l’arrivée d'un hôte, la soif présente et à venir, le bon goût du vin et n'importe quelle autre raison.    Proverbe italien


Tem cinco boas razoes de beber bom vinho : a chegada de um amigo, a sede presente e a vir, o gosto bom de vinho e qualquer outra razão . Provérbio italiano



"O bom vinho solta as línguas e os corações."


Le bon vin délie les langues et les coeurs...

 

 


 

;
mais dans le vin on aperçoit le cœur d'un autre.»  
(Proverbe français) 

Na agua reflete-se o proprio rosto,
no vinho revela-se o coraçao do outro
."
(Provérbio francês
)

Pour connaître l'origine et la qualité d'un vin,
il n'est pas nécessaire de boire le tonneau entier.

Oscar Wilde

Para conhecer a origem e a qualidade de um vinho,
não é necessário beber o barril inteiro.
Oscar Wilde


Le vin est ce qu'il y a de plus civilisé au monde.

François Rabelais