Overblog Suivre ce blog
Editer l'article Administration Créer mon blog
6 mai 2009 3 06 /05 /mai /2009 01:43
 

 

Foi super importante esta primeira vez em portugues...

Em Sao Paulo 4 ou 5 pessoas dos 20 que foram na degustaçao falavam francês...em Floripa foi a « fine fleur » da alliança francesa...mas em Curitiba nao...


Primeiro meu Onibus de Floripa estava atrasado...de uma hora e meia...chegada prevista 16h 50 chegada de verdade 18h 20 ...peguei um taxi para o hotel...que jà estava reservado... « hotel centro europeu » parece que era perto da rodoviaria. Chegado no hotel o motorista foi embora e a dona do hotel falou que nao tinha minha reserva... eu : « mas nao tem dois hoteis do mesmo nome em Curitiba!? » ela : sim ...com certeza tem dois...mas tudo bem. Resolvi ficar nesse hotel para sair 20 minutos depois para o restaurante « Petit Château »...


E um restaurante romantico no bairro dos restaurantes « santa felicidade » em Curitiba...

O dono Marcelo tinha duvidas sobre a minha initiativa...algumas vezes tinhamos falado por e mail : « mas esta initiativa é para consumidores ou profissionais?? »


Finalemente esta desgustaçao foi um successo...com a participaçao de uma parte dos convidados previstos, algums jovems medicos de Curitiba e tambem de Jossara Voss jornalista do Jornal de Curitiba (Bem Parana). O marido dela, que jà conhece bem o vinho françês foi um bom apoio para a animaçao deste bom momento..Primeiro bebemos um branco seco que depois sobemos ser um Bordeaux... um successo e uma descoberta para uma parte dos convidados : frutado, florido, mas tambem seco e com uma sabor de mel que significa que é um vinho jà evoluido...é verdade que ele jà estava ha 6 meses no Brasil....um verao pode transformar um vinho...mas finalemente ele ganhou 18 meses françeses em 6 meses brasileiros...mas sem estar desequilibrado...uma qualidade dos bons vinhos!!!


Depois os tintos...primeiro um vinho leve e claro (para brasileiros ) foi um Bourgogne... Mercurey 2002 que mereceu uma boa nota mais de 7/10...como disse um participante : « um vinho tipicamente françês... »...quando foi terminada a primeira serie de 3 vinhos teve uma explicaçao sobre o Pinot Noir unica videira de Bourgogne para 100 apelaçoes diferentes. Depois foi um Bordeaux « standard » de 2005 ele foi apreciado moderadamente...mas como brasileiro é gentil teve uma nota 7/10. Depois comemos pato com laranja...(magret) enquanto eu explicava as regioes viticolas da França

Mas o melhor foi no fim...3 vinhos de novo...Como o Chateauneuf du Pape, vinho muito famoso no Brasil, degustado as cegas, o que foi bom pois com certeza o menos apreciado dessa segunda parte...os outros tiveram a nota 8/10 e mesmo 9/10 ...o melhor foi o famoso Chateau Citran 2006, bem adaptado a estas taças de degustaçao : « open up » evidentemente jovem mas jà delicioso, sutil, com carvalho metrisado...um produto de classe « AAA » como fale brasileiros.

Outro que foi o « Florilege » de meu socio Sebastien Fillon foi como sempre um sucesso...mais forte, expressivo...com gosto de chocolate, alcaçuz, toast... acho que todos os convidados ficaram felizes da qualidade dessa noite...


obrigado a todas e todos pela participaçao...


Obrigado a Marcelo e sua equipe.

tambem obrigado a Jussara para seu artigo link

até brêve em Curitiba...

Partager cet article

Repost 0
Published by ronan - dans dégustations
commenter cet article

commentaires

Camilla 06/05/2009 12:19

Fico muito feliz com teu sucesso !!
Att.
Camilla

Présentation

  • : confraria do vinho francês
  • confraria do vinho francês
  • : le blog de la confrérie du vin français au Brésil... o blog da confraria do vinho francês no brasil
  • Contact

proverbio do dia...

 

 

 

j'ai découvert que ce ne sont pas deux mais trois fleuves qui arrosent Lyon...
"Lyon est une ville arrosée par trois grands fleuves : le Rhône, la Saône et le Beaujolais. "
Léon Daudet


Se, às vezes, bebemos para esquecer... Degustar é, sempre, um momento para se recordar... 
Philippe Faure-Brac, melhor sommelier do mundo 1992 (eleito no Rio de Janeiro - que sorte!!!!)

Si parfois on boit pour oublier ...on goûte toujours pour s'en souvenir...
Philippe Faure-Brac meilleur sommelier du monde 1992 (couronné à Rio de Janeiro...quel hasard!!!)

 

Recherche

dois artigos por semana

Uma ves por semana vou apresentar uma videira ( "cépage")
uma uva diferente e simbolica do vinho frances e
tambem  um vinho carateristico da viticultura francesa.

compteur

 visiteurs

proverbios

La bière est oeuvre de l'homme, le vin est l'oeuvre de Dieu

A cerveja é obra do homem,o vinho a de Deus.

ce qui sous entendrait que quand on comprend le vin on comprend mieux Dieu?



Il y a davantage de philosophie et de sagesse dans une bouteille de vin que dans tous les livres.

Louis Pasteur

sur le principe je suis assez d'accord mais cela dépend quand même de la qualité du vin!!!




Há mais filosofia e sabedoria dentro de uma garrafa de vinho que dentro de todos os livros.
 
Louis Pasteur


A princípio, estou plenamente de acordo, mas  depende da qualidade do vinho!!!


«On distingue dans l'eau son propre visage


O vinho é a coisa mais civilizada no mundo
François Rabelais

Qui bon vin boit, Dieu voit

Bebendo bom vinho, se vê deus

Il existe cinq bonnes raisons de boire du bon vin : l’arrivée d'un hôte, la soif présente et à venir, le bon goût du vin et n'importe quelle autre raison.    Proverbe italien


Tem cinco boas razoes de beber bom vinho : a chegada de um amigo, a sede presente e a vir, o gosto bom de vinho e qualquer outra razão . Provérbio italiano



"O bom vinho solta as línguas e os corações."


Le bon vin délie les langues et les coeurs...

 

 


 

;
mais dans le vin on aperçoit le cœur d'un autre.»  
(Proverbe français) 

Na agua reflete-se o proprio rosto,
no vinho revela-se o coraçao do outro
."
(Provérbio francês
)

Pour connaître l'origine et la qualité d'un vin,
il n'est pas nécessaire de boire le tonneau entier.

Oscar Wilde

Para conhecer a origem e a qualidade de um vinho,
não é necessário beber o barril inteiro.
Oscar Wilde


Le vin est ce qu'il y a de plus civilisé au monde.

François Rabelais