Overblog Suivre ce blog
Editer l'article Administration Créer mon blog
3 octobre 2010 7 03 /10 /octobre /2010 07:33

 

Por que degustar “às cegas”?

Vocês sabem (para aqueles que acompanham este blog há dois anos), nós somos partidários da degustação “às cegas”, ou mais que isso... sem rótulos, porquê na verdade, o que se vê, pesa muito... Mas não seria muito “esnobe” ou mesmo estranho privar o consumidor da informação para julgar a qualidade de um vinho?...

Para começar, o que eu tenho a dizer é que, na primeira parte do curso, a degustação é feita “às cegas” e em seguida nós vemos os rótulos e degustamos novamente os vinhos...

Para mim, um vinho é como uma obra de arte... e não uma marca... é a uva, é o trabalho do homem para se conseguir um produto excepcional...

Eu vejo isso como uma visita a um museu de arte, pintura ou escultura, por exemplo, assim que entrássemos numa sala onde os nomes dos artistas e as datas em que as obras foram produzidas foram removidos... Certamente os detentores de maior conhecimento sobre pintura e escultura teriam uma vantagem sobre os demais... mas no fundo olharíamos as obras com menos prioridade e, notaríamos o que realmente mexe conosco, o que realmente chama a nossa atenção. O guia turístico que nos acompanha tentaria nos dar elementos para nos ajudar a compreender, um movimento, a perspectiva, a profundidade do olhar de um ou outro personagem, a técnica de pintura... Voltaríamos uma segunda vez à mesma sala onde poderíamos saber com certeza, ou até mesmo testar nossas hipóteses sobre quem a fez, em que ano, sob quais circunstâncias e até mesmo, quanto custaria determinada obra...

Para mim, a primeira fase acompanhada de um guia ou professor é importante, ela está ligada à emoção, ao sentir antes de julgar... Este exemplo não é aplicável a todas as situações, pois obviamente as pessoas detêm mais conhecimento sobre as artes plásticas do que sobre enologia... É muito mais fácil reconhecer um Picasso ou um Da Vinci numa exposição do que um vinho em meio a outros quatro ou cinco. Mas o principal é a emoção... é bonito? é bom? E em seguida nós aprendemos... uma certa concepção pedagógica...

Até breve para visitarmos obras de arte líquidas...

Traduzido por Elizabeth B Leme

 

Partager cet article

Repost 0
Published by ronan - dans dégustations
commenter cet article

commentaires

Présentation

  • : confraria do vinho francês
  • confraria do vinho francês
  • : le blog de la confrérie du vin français au Brésil... o blog da confraria do vinho francês no brasil
  • Contact

proverbio do dia...

 

 

 

j'ai découvert que ce ne sont pas deux mais trois fleuves qui arrosent Lyon...
"Lyon est une ville arrosée par trois grands fleuves : le Rhône, la Saône et le Beaujolais. "
Léon Daudet


Se, às vezes, bebemos para esquecer... Degustar é, sempre, um momento para se recordar... 
Philippe Faure-Brac, melhor sommelier do mundo 1992 (eleito no Rio de Janeiro - que sorte!!!!)

Si parfois on boit pour oublier ...on goûte toujours pour s'en souvenir...
Philippe Faure-Brac meilleur sommelier du monde 1992 (couronné à Rio de Janeiro...quel hasard!!!)

 

Recherche

dois artigos por semana

Uma ves por semana vou apresentar uma videira ( "cépage")
uma uva diferente e simbolica do vinho frances e
tambem  um vinho carateristico da viticultura francesa.

compteur

 visiteurs

proverbios

La bière est oeuvre de l'homme, le vin est l'oeuvre de Dieu

A cerveja é obra do homem,o vinho a de Deus.

ce qui sous entendrait que quand on comprend le vin on comprend mieux Dieu?



Il y a davantage de philosophie et de sagesse dans une bouteille de vin que dans tous les livres.

Louis Pasteur

sur le principe je suis assez d'accord mais cela dépend quand même de la qualité du vin!!!




Há mais filosofia e sabedoria dentro de uma garrafa de vinho que dentro de todos os livros.
 
Louis Pasteur


A princípio, estou plenamente de acordo, mas  depende da qualidade do vinho!!!


«On distingue dans l'eau son propre visage


O vinho é a coisa mais civilizada no mundo
François Rabelais

Qui bon vin boit, Dieu voit

Bebendo bom vinho, se vê deus

Il existe cinq bonnes raisons de boire du bon vin : l’arrivée d'un hôte, la soif présente et à venir, le bon goût du vin et n'importe quelle autre raison.    Proverbe italien


Tem cinco boas razoes de beber bom vinho : a chegada de um amigo, a sede presente e a vir, o gosto bom de vinho e qualquer outra razão . Provérbio italiano



"O bom vinho solta as línguas e os corações."


Le bon vin délie les langues et les coeurs...

 

 


 

;
mais dans le vin on aperçoit le cœur d'un autre.»  
(Proverbe français) 

Na agua reflete-se o proprio rosto,
no vinho revela-se o coraçao do outro
."
(Provérbio francês
)

Pour connaître l'origine et la qualité d'un vin,
il n'est pas nécessaire de boire le tonneau entier.

Oscar Wilde

Para conhecer a origem e a qualidade de um vinho,
não é necessário beber o barril inteiro.
Oscar Wilde


Le vin est ce qu'il y a de plus civilisé au monde.

François Rabelais